A música e o sentido na vida

Você conseguiria viver sem música?

A música faz parte de muitos momentos em nossa vida.

Às vezes, achamos que o compositor escreveu uma tal música pra nós, por descrever um momento em que estamos passando, por descrever a nossa vida tão bem em alguns minutos, por nos descrever. Não é mesmo?

Como diz Friedrich Nietzsche: “Sem a música a vida seria um erro.”

A música é a linguagem de cada emoção que sentimos, é o que queremos dizer à alguém, é tudo.

Ahhh, a música s2 s2

Beijinhos e até a próxima 1f618

Anúncios

Para refletir

E aí tudo bem com você?

Deixe lhe fazer algumas perguntas, e quero que você reflita sobre isso.

Você está feliz na posição em que você se encontra hoje? Não, e o que não te deixa feliz hoje, você pode dar um jeito de mudar?

Ou essa sua coisa que não te deixa feliz, você acha que é temporária, que logo logo tudo estará bem?

Não se preocupe, isso tudo só pode estar te servindo pra dar uma lição em você, ou você enxergar algo que você nunca parou pra reparar.

Porque os problemas, ou coisas ruins, só vem para nossa vida, para nos ensinar algo.

E agora me diz como está o seu coração? Está fechado porque já sofreu muito? Calma, que você não está errada. Pelo menos o sofrimento te serviu pra você escolher melhor alguém pra você né? Serviu pra você aprender a se valorizar. Agora você só não pode deixar alguma oportunidade que na sua opinião valha a pena, por medo de se apaixonar. Só vá com calma, vá na mesma medida do seu companheiro, mas se valorize, faça a diferença na vida dele, que ele vai te procurar mais vezes sim.

Espero que você se sinta melhor depois desse nosso papo.

E dê tempo ao tempo!

Beijinhos e até a próxima 1f618

Ódio gratuito

Em tempos da era digital que nos encontramos, é muito fácil ter inimigos só por você expressar sua opinião, ou postar uma simples foto.

Principalmente quando a pessoa é famosa, aí que gera esse tipo de coisa mesmo.

Não está entendendo o que eu estou falando? Vou citar alguns exemplos então.

Gabriela Pugliesi, muitos não sabem o porque ela está sempre na mídia, o porque todo mundo procura ela para fazer propaganda. Ela é a Solange Frazão do século XXI, e nunca ninguém criticou a Solange Frazão pelo que ela faz não é mesmo? Porque implicam tanto com a Gabriela Pugliesi então? Isso é o ódio gratuito, você nem conhece a pessoa, e já odeia com todas as suas forças pelas fofocas que espalham por aí. E a galera mesmo não gostam dela, continuando seguindo só pra não perder um lance se quer da vida dela, e dependendo do que ela falar, ou deixar de fazer, já ir lá criticar.

Outro exemplo, Gracyanne Barbosa. A mulher gosta de ser como ela é hoje, e o povo mesmo assim critica ela. Mesma coisa, a galera não gosta do estilo de vida que ela leva, e mesmo assim continua seguindo, e sempre entra nas páginas dela pra espalhar seu ódio, sua indignação.

E na minha opinião, não é só porque a pessoa é uma figura pública, que ela tem que aguentar qualquer comentário não. Se ela não gostar do que a pessoa falou pra ela, tem todo direito sim de dar aquela resposta. Aquele velho ditado: “Fala o que quer, ouve o que não quer.”

As pessoas precisam aprender a se colocar no lugar dessas pessoas que vão ouvir a ofensa, elas gostariam de ouvir/ler aquilo? Ficaria quieta depois de ouvir/ler aquilo? Nem todo mundo tem sangue de barata, então a pessoa que vai lá ofender, também tem que estar preparado para o rebote. E não pode nem reclamar da resposta, porque a pessoa não pediu a sua opinião, e não fez nada pra você ir lá ofender.

Se não gosta de alguém, não o acompanhe em todas as redes sociais, simples.

Mais amor por favor!

Fevereiro, tem carnaval!!!

Quando todo mundo pensa no Brasil, sempre vem na mente, carnaval e futebol né?

Brasil sem isso, é a mesma coisa que piu-piu sem frajola.

E eu também não consigo imaginar nosso país sem isso, apesar de eu não ligar muito para essas coisas.

É a marca registrada do Brasil.

Resolvi pesquisar sobre esse tal do carnaval, da onde vem, a o que realmente significa esse nome, e tive a seguinte surpresa…

Você sabia que o carnaval é uma festa marcada pelo “adeus a carne”, que a partir se fazia um grande período de abstinência e jejum?

Apesar do Brasil ser conhecido mundialmente por isso, parece que o carnaval começou na Grécia, em meados dos anos 600 a 520 a.C. Passou a ser uma comemoração adotada pela igreja Católica em 590 d.C antes da Quaresma.

É um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média.

A cidade de Paris, foi quem inventou essa festa com fantasias e desfiles.

O carnaval do Rio de Janeiro está atualmente no Guinness Book como o maior carnaval do mundo

Sobre o nome carnaval, tem gente que fala que a palavra Carnaval deriva de carne vale (adeus carne) ou de carne levamen (supressão da carne).

Interessante né? Aposto que você também ficou surpresa(o) principalmente com o fato de onde veio o “nosso” carnaval, que não é nada nosso.

Mas como diz aquele velho ditado, “Nada se cria, tudo se copia.”

Pesquisa feita no google sobre o carnaval*
12507647_520031948201283_2928057566599435989_n
Clique aqui para ver as outras participantes do projeto.

 

 

 

Hmmm, quem sou eu?

Por que quando alguém faz essa pergunta, sempre é difícil de responder na lata?

A gente é o que a gente gosta, oras.

Sou fitness, mas também sou dia do lixo.

Sou praia, mas também sou do interior.

Sou caseira, mas também sou baladeira.

Sou nerd, mas também sou fútil.

Sou romântica, mas também sou bruta.

Sou durona, mas também sou manteiga derretida.

Sou calma, mas também sou nervosa.

Sou tranquila, mas também sou hiperativa.

Sou do rock, mas também sou pagode, do funk e do samba.

Todas essas coisas sou eu, e mais um pouco.

Demora-se anos para conhecer afundo alguém, e mesmo assim nunca vamos conhecer 100% as pessoas.

Você pode conhecer alguém hoje, e daqui há alguns anos a pessoa já estar diferente, porque isso é normal. Ninguém é igual a vida inteira, os gostos mudam conforme a vida muda. E ainda bem né, porque senão seria chato demais, e a vida não teria mais graça.

Não teria mais as surpresas boas que a vida nos dá, de você tentar adivinhar o que o outro gosta.

Como já diz o ditado, quem se define, se limita.

E assim se inicia o projeto 16-16, 16 meninas que se reuniram sem se conhecer, e toda vez vamos escrever textos  com o mesmo propósito, de conhecermos umas as outras através desses textos. Quer saber quem são as outras meninas, clique na imagem abaixo.