Resenha: Toda Poesia, Paulo Leminski

todapoesiapauloleminski

Título do livro: Toda Poesia
Autor: Paulo Leminski
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2013
Páginas: 424
ISBN: 9788535922233
Nota: estrelaestrelaestrelaestrelaestrela

Sinopse: 

Ao conciliar a rigidez da construção formal e o mais genuíno coloquialismo, o autor praticou ao longo de sua vida um jogo de gato e rato com leitores e críticos. Se por um lado tinha pleno conhecimento do que se produzira de melhor na poesia – do Ocidente e do Oriente -, por outro parecia comprazer–se em mostrar um ‘à vontade’ que não raro beirava o improviso, dando um nó na cabeça dos mais conservadores. Pura artimanha de um poeta consciente e dotado das melhores ferramentas para escrever versos. Este volume percorre a trajetória poética completa do autor curitibano, mestre do verso lapidar e da astúcia.

17-08-29-12-18-15-666_deco

Resenha:

Eu estou feliz por esse ano eu conseguir ler alguns clássicos. Vou até colocar isso como meta: ler mais clássicos.
Poetas daquela época chega a ser uma coisa até engraçada, porque escreve poema de qualquer coisa.

Tem poema sobre morte,
Poemas sobre dor,
Poemas sobre amor,
Até sobre coco.
Olha eu aqui rimando
Entrando no espírito de poeta.

Mas esse livro tem poemas inéditos do Paulo Leminski, que foi selecionado por pessoas muito próximas a ele, e depoimentos de pessoas próximas a ele, até do Caetano Veloso. Porque pra quem não sabe Paulo Leminski também era compositor, então escreveu pro Caetano Veloso, pro Arnaldo Antunes, entre outros cantores.

Aqui são alguns dos poemas que consta nesse livro:

FB_IMG_1504021000478

                                                                                             20170829_124808

Pra você ler poemas e poesias, você tem que ser tão sensível quanto o autor pra conseguir entender o real significado do que ele está escrevendo.
Ele se tornou um dos meus favoritos, então podem apostar que quando eu favorito um livro, é porque realmente é bom.

Anúncios