Resenha: O Bangalô – Sarah Jio

Título do livro: O Bangalô
Autora: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Páginas: 316
Ano: 2015
Gênero: Literatura norte-americana, romance, drama, mistério, guerra
Nota: 

 

“Nunca se pode desempenhar um papel na vida, especialmente no amor.”

https://open.spotify.com/embed/user/12147112027/playlist/3zmzCof30TlvgNo76K3Bma

Sinopse:

Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.
No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora.
Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.
O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas… Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.
A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

“Veja bem quando se compartilha o amor com alguém, mesmo que só por um tempo, ele sempre ficará em seu coração.”

Resenha:

Esse é meu primeiro contato com a Sarah Jio, e eu gostei bastante, a leitura é bem fluída, o que fez eu ler em 3 dias.
Mas não vá pensando que esse livro é só mais um romancezinho normal não. Ele é um livro com estórias de guerra, aliás muita guerra e muito sangue por sinal. Além disso, envolve mistérios também.
Sarah conseguiu reunir tudo isso em um único livro, o que me fez cativar bastante.
O livro começa com Anne recebendo uma carta, que até o momento de ela ler e ver a assinatura, ela não fazia ideia de quem poderia ser. Mas quando viu a assinatura, essa carta a levou de volta ao passado. Sua neta Jennifer a fez contar tudo, e Jennifer não sossegou enquanto não ajudou sua avó resolver todas as questões do seu passado.
É um livro que se virar filme um dia, vai ser daqueles que todo mundo vai chorar litros, porque é uma estória que a gente não consegue parar de ler.
Vou fazer a resenha no blog também e vou tentar fazer uma playlist com as músicas citadas no livro. O que vai fazer você que for ler esse livro a partir da minha resenha viajar mais um pouquinho.

Anúncios