Resenha: As Coisas Não São Bem Assim, Renata R. Corrêa

Título do livro: As Coisas Não São Bem Assim
Autora: Renata R. Corrêa
Editora: Pandorga
Páginas: 136
Gênero: Literatura brasileira, ficção, drama e romance
Nota: 

 

 

“Sonhos que se sonham acordada são na verdade projeções de nossas esperanças, expectativas que temos sobre tudo.”

Sinopse:

Clarice, uma jovem estudante de medicina, perde seu namorado, que acreditava ser o grande amor da sua vida, às vésperas de formatura, após sofrerem um grave acidente de carro. Morre com Guilherme um pouco da alegria de viver de Clarice, da sua esperança e do seu futuro.

Depois de mais de um ano do falecimento de seu amado, o destino coloca na vida de Clarice, Henrique, um jovem advogado viúvo e pai de Duda, uma menininha loira, muito esperta e amorosa. Envolvidos por um sentimento sincero, terão que enfrentar grandes dificuldades e um sofrimento inesperado.

É uma bonita e delicada história sobre recomeço, fé, esperança e sobre o poder do amor.

“Quando se trata de vida e de amor, as coisas nem sempre são bem assim como gostaríamos.”

“A cor da felicidade pouco importa quando ela é sentida de verdade.”

Resenha:

Aproveitando que eu estou com as emoções a flor da pele pra fazer a resenha desse livro lindo.

Nessa história a Renata nos apresenta a história de Clarice, que perdeu seu primeiro amor  em um acidente na época da faculdade ainda.

Depois disso Clarice passou muitos anos sem vontade de mudar sua história e encontrar um novo amor e viveu sua vida somente ao trabalho para ocupar sua mente.

Foi levando a vida assim, até que de repente, mas de repente mesmo sua vida sem querer muda completamente e ela tem a chance de ser feliz novamente.

As Coisas Não São Bem Assim, é uma história linda de superação, de amor, poderíamos dizer que um clichê, mas não é um clichê igual aos outros, é um clichê diferente, pelo menos eu achei. Que vai te envolver do começo ao fim e vai fazer você chorar horrores, assim como eu chorei e assim como mostrei na foto abaixo.

Quando forem ler esse livro se preparem para grandes emoções.

Anúncios

Resenha: Contra Todas as Probabilidades, Renata R. Corrêa

capacontratodasasprobabilidades

 

Título do livro: Contra Todas as Probabilidades
Autora: Renata R. Corrêa
Editora: Independente
Páginas: 243
Ano: 2016
Gênero: Literatura brasileira, romance
Nota: estrelaestrelaestrelaestrelaestrela

 

Sinopse:

A vida profissional de Ana, uma jovem e solitária decoradora de interiores, órfã de pai e mãe, estava ótima, já sua vida pessoal andava de mal a pior. Até que um certo dia, após ouvir uma bela canção de amor no rádio, começou a se sentir diferente, quando teve um pressentimento de que sua vida estava prestes a mudar, como se aquela melodia, cantada por uma incrível voz rouca, tivesse tocado seu coração. Ela se apaixona então, platonicamente, pelo músico Marcus, o vocalista da banda que tocava na rádio, e acaba o conhecendo de uma forma inusitada. Depois desse encontro, sua vida nunca mais será a mesma. Contra todas as probabilidades faz referência à improbabilidade da história de amor entre Ana e Marcus, por viverem em realidades diferentes, cidades diferentes, estarem envolvidos em relações diferentes e, mesmo assim, unirem seus corações. É uma história bonita de amor, de dor, de sofrimento, mas principalmente de aprendizado e de recomeços. O livro inspira esperança porque permite ao leitor acreditar que tudo pode melhorar desde que não se desista, mesmo contra todas as probabilidades.

 

Resenha:

Contra Todas as Probabilidades, é o primeiro romance da autora, ele é leve e envolvente, tenho certeza que vai cair no gosto de todo mundo.

Quando comecei a ler já percebi logo de cara em quem a autora tinha se inspirado pra fazer o personagem Marcus, o que me fez gostar mais ainda, porque eu gosto bastante da pessoa que ela se inspirou.

Ana e Marcus tem personalidades muito parecidas, a diferença é que Ana é uma pessoa comum, e Marcus é famoso.

Os capítulos são intercalados entre eles dois, o que ajuda a gente a entender a cabeça de cada um.

Eu gostei tanto da estória, que eu quero tentar fazer com que a inspiração da Renata leia esse livro, porque eles precisam saber que eles estão aqui. Então, essa vai ser a minha missão a partir de agora.