[Resenha de livro] Colette Dowling – Complexo de Cinderela

20170130_211255site

Não se deixe enganar pelo título do livro, porque ele não é um livro de conto de fadas.

O que é o complexo de cinderela? É o reverso da moeda da problemática identificada pelo movimento feminista. Ele demonstra que as barreiras à realização plena e à autonomia da mulher são erigidas não só pelo homem mas por ela mesma.

Colette Dowling analisa com maestria a ambivalência relativa à independência feminina e o conflito entre as necessidades de ser amada e de concretizar suas aspirações.

“Mulheres que não se queixam, mulheres estóicas e “fores” perante casamentos que não as nutrem adequadamente, em geral são mulheres com um grau doentio de dependência. Como esposas são incapazes de enfrentar os maridos porque, para fazê-lo efetivamente, teriam que provar seus próprios sentimentos de raiva ou hostilidade, e isso seria por demais perigoso. Estas são as mulheres que amam não por uma escolha nascida de uma força íntima – uma ternura e generosidade facilmente ofertadas porque sentem-se inteiras e dignas de estima. São as mulheres que “amam” porque têm medo de viverem sós.”

Esse é um livro escrito na década de 60 e 70, já com a escrita mais nova. E o que assusta é saber que não está tão diferente nos dias de hoje esses pensamentos femininos e masculinos, e parece que nunca vai mudar, porque vem de lá de trás os ensinamentos.

Este livro é um livro autobiográfico, que Colette Dowling escreveu como forma de defender seus pensamento para um artigo que o seu chefe que de início não aceitou publicas.

O que Colette Dowling trata nesse livro, é o porque as mulheres têm medo de chegarem ao sucesso, o porque as mulheres têm medo de assumirem papéis tão desafiadores, o porque a mulher tem o desejo de “salva” por um homem, o porque a mulher quando veem que podem alcançar o sucesso elas desistem, o porque que quando as mulheres casam elas abandonam suas carreiras, o porque as mulheres gostam de serem donas de casa se elas podem ser mais que isso? Enfim, todas essas questões que pode ser um chacoalhão pra muitas mulheres que lerem. Em todos os temas abordados eu enxerguei muitas mulheres próximas a mim, e você quando ler também vai enxergar isso.

Nunca grifei tanto um livro como esse, tem exatemente 20 marcadores nele, muitas frases que é um tapa na cara da sociedade, aliás o livro todo é um tapa na cara da sociedade.

Enfim, é uma obra obrigatória para todos os que desejam conhecer melhor a problemática feminina.