Resenha: O Pequeno Príncipe (Ed. Luxo) – Antoine de Saint-Exupéry

Título do livro: O Pequeno Príncipe
Autor: Antoine de Saint-Exupéry
Editora: Geração Editorial
Páginas: 160
Ano: 2015
Gênero: Literatura francesa, infanto-juvenil
Nota: 

 

Sinopse: 

Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida.
Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança.
Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger. Livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia, ele agora chega ao Brasil em nova edição, completa, com a tradução de Frei Betto e enriquecida com um caderno ilustrado sobre a obra e a curta e trágica vida do autor.

Resenha:

Esse final de semana eu li essa edição de luxo da Geração Editorial de “O Pequeno Príncipe”.
Pensa em uma edição maravilhosa de um livro, pensou? Então, é essa 😍😍
Eu estou completamente apaixonada nessa edição, tirei algumas fotos de partes que eu achei importante mostrar pra vocês.
O que eu vi de diferente nessa edição? Tudo né 😂😂
Brincadeira, mas não sei se eu estou viajando na maionese, porque eu senti que tinha até uns planetas que o Pequeno Príncipe visitou diferente da versão original.
Tirando isso, o que tem de diferente é que no final do livro (como mostrei aqui nas fotos), conta a história de Antoine de Saint-Exupéry.
Tem o manuscrito de “O Pequeno Príncipe”, foto dele com a esposa.
Nessa parte, conta como surgiu a ideia de escrever “O Pequeno Príncipe”.
É bem completo, e apaixonante!!!
“O Pequeno Príncipe” é um livro que dá vontade de ter todas as versões de tão lindo que é ❤❤
Tirei algumas fotos pra mostrar todos os detalhes da edição pra vocês:

                                    

                               

                                       

                                                 

Espero que tenham gostado da resenha e dos detalhes das fotos. Quem já leu alguma edição diferente de O Pequeno Príncipe, conta o que achou da sua edição pra mim também.

Anúncios

[Resenha de livro] Antoine de Saint-Exupéry – O Pequeno Príncipe

20170127_213931prosite

“Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu a tornei minha amiga. Agora ela é única no mundo.”

Esta minha edição de O Pequeno Príncipe é igual a edição original americana feita com o autor ainda vivo em 1943.

Ele escreveu esse livro quando foi exilado nos Estados Unidos entre 1941 a 1943, e por conta disso não pode manter uma relação mais próxima com seu editor parisiense. Então foi obrigado a confiar em uma editora nova-iorquina: a Reynal & Hitchcock, o sonho que ele tinha de publicar duas versões do livro, uma em francês e uma em inglês.

Por incrível que pareça eu ainda não tinha lido esse livro, e o que eu achei o mais engraçado, é que nenhuma escola que eu estudei pediu para ler também.

E é um livro tão simples (mas com uma mensagem tão bonita), que em menos de 4 horas você consegue ler tudo.

Conta a história de um piloto, que por causa de uma pane no avião, foi obrigado a pousar em qualquer lugar que ele estivesse antes que o avião explodisse.

O piloto resolveu descansar antes de começar os trabalhos para arrumar a pane do avião, e de repente alguém toca no ombro dele o chamando. Ele tomou um susto, porque ele pensou que estava sozinho no meio do nada.

O princepezinho sem nem se apresentar já foi logo pedindo que ele desenhasse um carneiro, sem entender o porque disso, o piloto desenhou mesmo assim para não contraliá-lo.

E na verdade ele só queria que o piloto desenhasse o carneiro porque ele se sentia muito sozinho.

Desde então, eles foram se tornando amigos.

Só que um dia o princepezinho teve que fazer uma viagem em vários planetas, e foi conhecendo algumas pessoas, e entendendo outras coisas do mundo.

Um livro tanto para criança, quanto para adulto. Aliás principalmente para adultos, para os adultos voltarem a aprender a enxergar as coisas simples escondidas atrás de coisas que parecem ser complicadas, e a reconhecer mais os valores das coisas também.