Resenha: O Dom De Voar, Richard Bach

odomdevoar

Título do livro: O Dom De Voar
Autor (a): Richard Bach
Editora: Grupo Editorial Record
Ano: 1976
Edição: 2ª edição
Páginas: 330
ISBN: 9788501008565
Gênero: Aviação, Aventura, Não-ficção
Nota: estrelaestrelaestrelavaziaestrelavaziaestrelavazia

 

 

“Um cara não tem  a menor chance de alcançar o seu objetivo se não aprender a encontrar sozinho a sua sustentação.”

Sinopse:

Este livro mostra os pontos capitais de 15 anos de vida de Richard Bach, que começou a escrever depois de aprender a voar. Desde que ele escreve sobre o que mais lhe interessa, tudo em O DOM DE VOAR se refere ao seu mundo especial da aviação. Mas o mundo da aviação não se relaciona apenas com decolagens, pousos e funcionamento dos motores.

“Voar é minha religião”, diz Richard Bach, “é a maneira que tenho de descobrir a verdade”.

A verdade é que todos os pensamentos e atos de Richard Bach em suas reminiscências levam, de forma lógica, aos temas desenvolvidos em Fernão Capelo Gaivota. Tudo em O DOM DE VOAR contribui para a compreensão da alegria e do sentido do voo ou ilustra aquele ingrediente especial de aventura, liberdade, descoberta, perfeição e inspiração de que Richard Bach impregnava sua vida e sua obra.

Da leitura deste livro, fica sabendo certamente porque voar é tão importante para o autor. Poder-se-á partilhar de suas experiências no ar como as pessoas especiais que são seus amigos no mundo da aviação e se compreenderá a dedicação com que ele se esforça por voar… e viver melhor.

Ele mesmo explica a sua posição: “Fossem quais fossem as tristezas, as alegrias ou as fantasias que me ocorriam enquanto eu voava, tornaram-se estórias e artigos em vez de páginas de um jornal. Quando comprei minha primeira máquina de escrever, fiz a promessa de que jamais escreveria sobre aquilo que não me interessasse, que não representasse alguma diferença em minha vida, e tenho chegado muito perto do cumprimento dessa promessa”.

“Dizem alguns que a vida nada mais é do que a oportunidade de conquistar o medo e que todo medo faz parte do medo da morte.”

Resenha:

É muito difícil falar de um livro que você não gostou, tem que ter muito cuidado com as palavras.

Eu já tinha lido “Fernão Capelo Gaivota” do Richard Bach, e gostei, tem até resenha dele aqui no blog já. Mas esse realmente não deu pra mim.

Senti nesse livro, que foi uma biografia das aventuras que ele teve no mundo da aviação.

Tem muito termo técnico de pilotos, que a gente que não entende fica “boiando”.

Esse livro é mais para o pessoal que pilota aviões, que é comissário de bordo, que trabalha com isso. Foi o isso o que senti pelo menos.

Mas faz parte, nem todos os livros que lemos, nós vamos gostar.

Resenha: Mila Maia – Mais Uma Chance para o Amor #1

20170814_233421

Título do livro: Mais Uma Chance para o Amor #1
Autor (a): Mila Maia
Editora: Independente
Páginas: 244 páginas
Gênero: Literatura nacional, romance
ASIN: B06ZZY2DBY
Nota: estrela estrela estrela estrela estrela

 

Link para comprar: Amazon.com.br

 

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

Sinopse: 

Desde a adolescência, quando se conheceram, Melanie e Jake se tornaram melhores amigos e confidentes. O que era para ser apenas uma grande amizade se tornou o primeiro amor, mas quando uma grande confusão aconteceu, ela foi embora levando um bebê em seu ventre.

Seis anos depois, Melanie retorna a São Conrado para ficar com sua mãe. Ao ver sua amada, Jake tenta explicar tudo o que havia acontecido, mas ao descobrir que tinha um filho do qual nunca soube da existência, ele muda suas prioridades.

Muita coisa mudou na vida de ambos, os dois mudaram e amadureceram, mas o que fazer quando o que sentiam um pelo outro resistiu ao tempo?

Com muita persistência, eles resolvem lutar pelo sentimento que, mesmo adormecido, sempre esteve presente.

Resenha:

Mais Uma Chance Para O Amor é aquele livro que você precisa ler com um lencinho junto, porque você vai chorar muitooooo.

A sinopse ali em cima já conta um pouco da estória (sim, estória com E, porque quando é ficção, se escreve assim).

Esse livro você fica tão envolvente, que você quer entrar na estória junto.

Chorei tanto nesse livro, como se um ente querido meu tivesse morrido, sem exagerar. Acho que eu estava muito sensível durante a leitura.

Indico muito a leitura, tenho certeza que vocês vão amar, tanto quanto eu amei.

Beijinhos e até a próxima

Peça teatral “Alice no País das Maravilhas”

Divulgando pra vocês mais uma vez uma peça que vai ter no Teatro Polytheama, em Jundiaí / SP. Gosto de divulgar peças que tem haver com livros.

Então, lá vai…

Esse domingo (13/08) às 16h vai ter a peça “Alice no País das Maravilhas“.

Classificação: livre
Duração: 60 min
Gênero: infantil
Ingressos: R$30,00

Onde o teatro fica localizado:
Rua Barão de Jundiaí, 176 – Centro
Jundiaí / SP

Para comprar ingresso para essa peça, é na bilheteria, com pelo menos 1 hora de antecedência.

Aproveite para passar um domingo de Dia dos Pais com suas filhas, ou filhos, e levando ao teatro que é super importante.

Sobre a peça:

“Alice no País das Maravilhas” retrata a história de uma criança chamada Alice que “ sai em busca ” do País das Maravilhas. Para adentrar neste País Misterioso, faz-se necessário, primeiro, a busca por algo mais “profundo” que será mostrado pelo coelho branco (animal mítico que representa a ponte para o inconsciente). Este mostra-lhe a “porta da percepção” onde levará Alice para o Poço, início da aventura no País da Maravilhas.

Depois, as aventuras mostrarão o quanto Alice precisa estudar, pesquisar e procurar dentro de si, dentro do País das Maravilhas (no Método Construtivista de Educação se fala em Síntese e Ruptura), para encontrar este local almejado por todos os seres humanos: a felicidade. Deste modo poderá se iluminar descobrindo que, na verdade, o País das Maravilhas está na frente de seus olhos, mas não consegue ver.

A adaptação desta história é  realizada pela Associação Cultural Religarte, uma entidade sem fins econômicos e declarada de utilidade pública pelo município de Jundiaí segundo a lei número 5.715 de 13 de Dezembro de 2.001. Surgiu de um ideal de re-ligar a Cultura e a Educação, por acreditar que não há uma distinção real entre essas duas áreas de aprendizado essenciais para o crescimento, formação e desenvolvimento social do ser humano.

Beijinhos e até a próxima 1f618

Livro Sem Apego

Pessoal, boa tarde!

Hoje venho falar sobre um site que eu descobri essa semana, que é o Livro Sem Apego.

Um site para você fazer doação de livros, sem se importar se vai receber outro livro em troca, sem se importar quem está solicitando o seu livro. Simplesmente uma doação mesmo.

O site foi criado por dois jovens do interior de SP, que estavam cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas, no Centro Universitário N. Sra. Do Patrocínio (CEUNSP). Ou seja foi criado por brasileiros.

Se você é daquele tipo de pessoa desapegada, essa é uma dica maravilhosa pra você.

Vou ensinar pra vocês como que cadastra um livro pra doação.

1 – Você primeiro faz o cadastro no site.

loginlivrosemapego

2 – Feito o cadastro, vai abrir essa tela de bem vindo pra você.

bemvindolivrosemapego

3 – Quando abrir essa tela de bem vindo, para cadastrar um livro, você vai clicar em “Livros”.

painellivrosemapego

4 – Para cadastrar o livro, é só clicar em “+ Doar Livros”

cadastrandolivro

5 – Vai abrir essa tela pra você cadastrar algum livro.

cadastrandolivro2

6 – Depois de cadastrado, para você ver os livros que você cadastrou, é só clicar em “Livros” novamente.

cadastrandolivro3

7 – E vai estar todos os livros cadastrados por você.

livroscadastrados

8 – Quando você receber uma mensagem de alguém que esteja interessado no seu livro, vai para o seu e-mail, e não direto no site, como mostra a figura abaixo:

emaillivrosemapego

9 – Para você entrar em contato com a pessoa que solicitou o seu livro, você pode escolher, ou e-mail, ou celular.

10 – Você vai aguardar a resposta dela.

11 – E quando você finalmente mandar o livro pra pessoa, você não pode esquecer de tirar ele do seu perfil. Então, você só tem que clicar em Sim, no “Mostrar no site: Sim / Não”. Aí ele vai sumir do seu perfil.

12 – Para você ver todos os livros que as pessoas cadastraram no site, é só você clicar em “Livros” na parte superior da tela.

passo12livrosemapego

13 – Atualmente como vocês podem ver, tem 74 livros cadastrados. Então, vamos divulgar esse post para ter mais livros.

14 – Quando você se interessar por algum livro, é só você passar o mouse por cima da imagem, que vai aparecer a palavra “Adquirir”, é só clicar nela.

passo14livrosemapego

15 – Clicando no livro desejado, vai aparecer essa tela pra você entrar em contato com o doador. Aí você vai mandar a mensagem pro doador, ele vai receber aquele e-mail que eu mostrei pra vocês, e você tem que aguardar a resposta dele.

passo15livrosemapego

16 – Fique atento se caso você cadastrar algum livro pra doação, o e-mail não aparecer na sua caixa de Spam. Sempre dê uma olhada nos seus Spam’s. O meu não veio, mas vai que o seu vai pro Spam né?

Se gostou dessa dica, clique em curtir, e compartilhe com os amigos para mais pessoas ficarem sabendo desse site.

Beijinhos e até a próxima 1f618

Resenha: Rebecca Serle – Tocando As Estrelas

capatocandoestrelasrebeccaserle

Título do livro: Tocando as Estrelas
Autor (a): Rebecca Serle
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Gênero: Ficção Norte-Americana; Amor; Humor; Drama
ISBN: 978-858-163-733-4
Nota: estrela estrela estrela estrela estrelavazia

 

 

Sinopse: 

Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua via muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas de sua cidade natal por um set de filmagens no Havaí e agora está “conhecendo melhor” um dos homens mais sexies do planeta – segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.

Resenha:

“Essa é uma verdade sobre o sucesso. Muita coisa muda, mas nem tudo. Você ainda tem dias de cabelo ruim. Amizades que se desfizeram não serão reparadas milagrosamente. E pessoas que não amavam você antes continuarão a não amar. Uma coisa que o sucesso não muda, não importa a que nível você chegue, são as coisas que já viraram passado.”

20170613_114123

Paige tem um sonho desde criança de ser atriz, porém nunca tinha levado tão a sério. Ela até tinha feito algumas peças de teatro, alguns comerciais, mas nada além disso.
Por ela ser menor de idade, isso também dificultava, porque a maioria dos testes era em outra cidade.
Até que um dia, na sua cidade Portland, começou um processo de seleção para um filme que ia ser baseado no livro Locked, o que sua melhor amiga era mega fã.
De início ela não deu muita bola, mas acabou indo, e passou no teste, para ser protagonista do filme, isso mesmo protagonista. Primeiro filme que ela fazia, como profissional já, e ela seria protagonista. Ela nem acreditava que o sonho se tornaria realidade.
E tudo na sua vida mudou de repente.
Eu ameii o livro, é um livro de leitura fluida, que você termina em um ou dois dias.
Tem triângulo amoroso, tem. Mas é um triângulo amoroso diferente, que a gente fica até na dúvida por qual casal torcer. Mas no final ela não decepciona na sua escolha.
E eu não sei porque mas imaginei que o Rainer como o ator Heath Ledger que fazia o protagonista Patrick Verona no filme 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você.
Quem quer um livro leve para tirar daquela resseca literária, eu indico viu 1f609

Beijinhos e até a próxima 1f618

Peça teatral “Grease – Nos Tempos Da Brilhantina”

Para quem é da minha época, e mais velho do que eu, vai simplesmente amarrr essa notícia.

Como vocês viram pelo título do post, terá peça inspirada em “Grease”, como eu amo esse filme 1f60d

Então, anotem todas as informações porque já é esse fim de semana.

Será nos dias 10 e 11 de junho/2017, às 20h00. Os valores estão em torno de 30 (meia) e 60 (inteira), tanto na platéia quanto no mezanino, então não está caro.

Para o seu lugar, é só clicar nesse link, escolher o dia que você quiser ir assistir, e se divertir.

Porque uma apresentação dessa, é pra você guardar pra sempre na sua memória 1f609

Beijinhos e até a próxima 1f618

Primeira impressões: Marcia Rubim – Pátria Chamada Amor

capapatriachamadaamor

 

Título do livro: Pátria Chamada Amor
Autor (a): Marcia Rubim
Editora: Amazon
Páginas: 627
Gênero: Literatura brasileira, Romance, Ficção
ISBN: B0725X7PZ5

 

 

Sinopse:

A grande obstinação do capitão Christiano Vicenzo é chegar ao topo máximo da carreira, ou seja, ao generalato do Exército. Para alcançar a sua meta, precisa manter uma vida pessoal e profissional irretocável.

Tudo começa a mudar quando ele serve em Niterói e conhece Nina, uma jovem com problemas sociais que ultrapassam – e muito – o que ele idealiza como protótipo de par perfeito. Fascinado pela garota, o militar decide arriscar no relacionamento, mas não imagina que, ao ser convocado para integrar a Missão de Paz no Haiti (MINUSTAH), terá sua história ao lado de Nina tragicamente desviada.

Inconformado com os caminhos que o destino escreveu para si, Christiano vai descobrir com o tempo que a maior batalha na reconquista do amor perdido talvez seja enfrentar as mágoas do passado e que a felicidade não segue regulamentos.

Um romance sensível e resistente ao tempo, que mostra que até mesmo para servir com dignidade à pátria é preciso que a pessoa por trás da farda esteja em paz com o coração.

Primeiras impressões:

Marcia Rubim liberou os 5 primeiros capítulos antes do lançamento, o que eu já posso dizer que foi muito injusto, porque parou bem numa parte que a gente fica curiosa pra saber o que aconteceu. Tipo novela sabe, quando acaba o capítulo bem naquela parte?

Nesse livro a história de Cristiano e Nina, Cristiano é um capitão do exército, e Nina uma estudante de medicina, que tenta sobreviver e pagar as mensalidades da faculdade vendendo roupas de grifes para madames.

Nina nunca sai de casa pra se divertir, sempre do trabalho pra casa, da casa pra faculdade, e estuda no tempo livre que sobra.

Em um determinado dia, sua colega de classe Tatiana a chama pra sair pra uma balada onde só dá homens do exército. Porém, o que ela não sabia é que esse lugar é conhecido por ter prostitutas de luxo. E por causa disso, em um determinado momento que Tatiana acaba deixando ela sozinha, vem um cara mexer com ela, achando que ela é uma dessas mulheres. É nesse momento que Nina conhece Cristiano.

Com esse livro, podemos perceber que Marcia fala sobre o preconceito que algumas pessoas têm em relação a algumas coisas. Que não devemos julgar as pessoas pela aparência, ou pelo lugar que elas estão frequentando. A gente nunca sabe o que as pessoas passam dentro de suas casas para elas fazerem o que fazem.

É uma história tão gostosa, apesar da gente ficar com raiva de como as pessoas julgam sem nos conhecerem.

A capa está linda, a diagramação perfeita, escrita leve, que fluí muito bem. Pela primeira vez, não encontrei erros de digitação em um e-book. Indico à todos essa leitura, tenho certeza que todos vocês vão gostar, assim como eu.

E já estou ansiosa pra saber o resto da história.

Ahhh, o lançamento do livro na Amazon, é hoje, então fiquem ligados!!!

Para comprar o livro, é só clicar nesse link http://a.co/04MJniv 😉

Beijinhos e até a próxima 😘

Resenha: O Caçador de Pipas – Khaled Hosseini

capalivroocacadodepipas

Título do livro: O Caçador de Pipas
Autor (a): Khaled Hosseini
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 365
Gênero: Ficção histórica, Guerra, Drama
ISBN: 978-852-091-767-1

 

 

Sinopse:

Este é um romance emocionante, envolvente, que nos cativa logo nas primeiras páginas. Livro de estréia de Khaled Hosseini, O Caçador de Pipas é uma narrativa insólita relação e eloqüente sobre a frágil relação entre pais e filhos, entre os seres humanos e seus deuses, entre os homens e sua pátria. Uma história de amizade e traição, que nos leva dos últimos dias da monarquia do Afeganistão às atrocidades de hoje.

Ami e Hassan cresceram juntos, exatamente como seus pais. Apesar de serem de etnias, sociedades e religiões diferentes, Amir e Hassan tiveram um infância em comum, com brincadeiras, filmes e personagens. O laço que os une é muito forte: mamaram do mesmo leite, e apenas depois de muitos anos Amir pôde sentir o poder dessa relação.

Amir nunca foi o mais bravo ou nobre, ao contrário de Hassan, conhecido por sua coragem e dignidade. Hassan, que não sabia nem escrever, era muitas vezes o mais sábio, com uma aguda percepção dos acontecimentos e dos sentimentos das pessoas. E foi esse mesmo Hassan que decidiu quem Amir seria, durante a batalha da pipa azul, uma pipa que mudaria o destino de todos. No inverno de 1975, Hassan deu a Amir a chance de ser um grande homem, de alterar sua trajetória se se livrar daquele enjôo que sempre o acompanhava, a náusea que denunciava sua covardia. Mas Amir não enxergou sua redenção.

Muito depois de desperdiçada a última chance, Hassan, a calça de veludo cotelê marrom e a pipa azul o fizeram voltar ao Afeganistão, não mais àquele que ele abandonara há vinte anos, mas ao Afeganistão oprimido e destruído pelo regime Talibã. Amir precisava se redimir daquele que foi o maior engano da sua vida, daquele dia em que o inverno foi mais cruel.á m

Grande sucesso da literatura mundial, aclamado pela crítica e pelo público, O Caçador de Pípas teve seus direitos de edição vendidos para 29 países e e estará em breve nas telas do cinema do mundo todo (já foi pro cinema), numa produção de Sam Mendes, o mesmo diretor de Beleza Americana.

Resenha:

“Foi há muito tempo, mas descobri que não é verdade o que dizem a respeito do passado, essa história de que podemos enterrá-lo. Porque, de um jeito ou de outro, ele sempre consegue escapar.”

Confesso que não me cativou nas primeiras páginas, aliás até o Capitulo 9 não tinha me cativado, foi a partir desse capítulo que começou a fluir a leitura.

E essa já é a segunda vez que tentava ler esse livro, mas agora eu realmente gostei, e gostei muito, chorei a beça. Em vários momentos quis entrar na história pra salvar os personagens de alguma determinada situação, e salvar o povo de Afeganistão do novo comando.

É triste ver como eles agiam, e ninguém podia fazer absolutamente nada a não ser obedecer as novas regras.

Amir é um menino que não era notado pelo pai como deveria ser notado, e ele pensa que é porque a mãe dele morreu durante o parto, então o pai acaba descontando sua decepção nele.

Uma coisa que eu senti falta, foi a explicação da guerra, porque no capítulo 9, a família combina de ir ao cinema todo mundo junto, e pra isso são obrigados a alugar um carro maior pra poder levar todo mundo de uma vez, pois o cinema fica em uma cidade mais distante. E do nada, eles viram refugiados, e fogem da guerra para o Estados Unidos, e baba (que é como o Amir chama o pai dele), perde tudo, e tenta uma nova vida nos Estados Unidos.

Amir para tentar se redimir de uma culpa que ele carrega a vida toda, ele volta para o Afeganistão. Ele se assusta com o novo Afeganistão que ele encontra. E também com as coisas que ele descobre, e com essas coisas ele acaba entendo outras, que ele nunca tinha entendido.

Nesse livro, o autor já cita um outro livro muito famoso, que é O Morro dos Ventos Uivantes, um livro que Soraya estava lendo quando Amir a conheceu.

Quem for ler ele, se prepara porque ou você vai gostar muito e chorar muito. Ou pode  não ser a época dele, e não vai gostar. Mas não dê esse livro para alguém, simplesmente porque você não gostou. Esse livro vale a pena guardá-lo para ler em alguma outra época da sua vida. Ele pode não servir pra você agora, mas em algum momento ele vai te cativar. Assim como aconteceu comigo.

Comentem aqui o que acharam do livro quando vocês leram, e se também sentiram a falta da explicação da guerra que eu comentei.

Beijinhos e até a próxima 1f618

Editora Record revela a nova edição de comemoração 50º aniversário de “Cem Anos de Solidão”

Para comemorar o aniversário de “Cem Anos de Solidão”, a Editora Record lançou uma edição especial para o livro, prepara porque a edição está linda mesmo, e é mais uma que vai para a minha lista de desejados 2764

edicao50anoscemanosdesolidaogabrielgarciasmarquez
Edição de comemoração do 50º aniversário de “Cem Anos de Solidão”

Peguei algumas imagens da internet da edição espanhola, mais específicamente do site Geekness, pra mostrar um pouco da edição pra vocês.

CEM-ANOS-DE-SOLIDÃO-EDIÇÃO-50-ANOS-GEEKNESS-1

CEM-ANOS-DE-SOLIDÃO-EDIÇÃO-50-ANOS-GEEKNESS-4

CEM-ANOS-DE-SOLIDÃO-EDIÇÃO-50-ANOS-GEEKNESS-7

CEM-ANOS-DE-SOLIDÃO-EDIÇÃO-50-ANOS-GEEKNESS-10

CEM-ANOS-DE-SOLIDÃO-EDIÇÃO-50-ANOS-GEEKNESS-13

Fala se não tá linda essa edição, essas ilustrações estão simplesmente de deixar qualquer de queixo caído não é mesmo 1f60d

Já foram tantas edições desse livro, que nem sei viu, vou mostrar pra vocês algumas delas lançadas pela Record também.

livro-cem-anos-de-solidaoPrimeira publicação do livro saiu há 50 anos53042

Qual dessas edições antigas, pra vocês é a mais linda e completa até agora?

Beijinhos e até a próxima 1f618

[Alerta evento] Virada Cultural: Dostoiévski

Para os que curtem Dostoiévski, olha esse evento em SP da Virada Cultural que bacana.

Esse ano a Virada Cultural do Centro de Pesquisa e Formação – Sesc em São Paulo terá como tema central a obra do escritor russo Fiodor Dostoiévski.

Teremos palestras, debates, leitura dramática e a apresentação musical do Quarteto Romanov.

Todas as atividades são gratuitas e a programação completa está disponível no link: http://bit.ly/ViradaDostoievski-CPF

OBS: Os ingressos para as atividades Leitura Dramática, Quarteto Romanov Rússia: música e literatura em diálogo serão distribuidos às 16h.

Esse evento vai ser agora dia 20/05, então confirmem presença no link do evento no Facebook para saber todas informações necessárias.

E se você sabe de alguém que curte, passe pra essa pessoa também, na fanpage do blog você consegue marcar os amigos.

Beijinhos e até a próxima 1f618