Resenha: Morte Súbita, J. K. Rowling

 

Título do livro: Morte Súbita
Autora: J. K. Rowling
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 504
Gênero: Literatura americana, ficção e policial

Onde comprar: Amazon e Americanas

 

 

Sinopse: 

Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque.
A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra.
Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos¿ Pagford não é o que parece ser à primeira vista.
A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente, “A Morte Súbita” é o primeiro livro para adultos de J.K. Rowling.

Resenha:

“Morte Súbita” foi o primeiro livro da J. K. Rowling voltado para adultos.
Conta a estória de um Barry que logo no início da estória morre de repente e todo mundo fica disputando o cargo dele no conselho.
Só que todas as pessoas que se candidatam tem um “podre” em sua vida que pode colocar sua vida e candidatura em risco.
Aos poucos vamos descobrimos o que essas pessoas fizeram.
Esse foi o meu primeiro contato com a escrita dela (sim, nunca li Harry Potter). Por ela ser tão consagrada, pensei que fosss gostar. Mas essa estória não me prendeu em nada, achei bem arrastada a leitura, tanto é que demorei quase três meses pra terminar.
Pra mim como a autora já contou sobre a morte do principal personagem logo no início, teve que ficar enrolando com os outros personagens.
Porém esse livro dela, é um livro que 50% das pessoas gostam e os outros 50% não gostam, aquele tipo de livro que ou as pessoas amam ou as pessoas odeiam.
Um detalhe interessante é que J. K. Rowling sob o pseudônimo Robert Galbraith escreveu “O Chamado Cuco”, “O Bicho-da-Seda” e “Vocação para o Mal” e “O Chamado Cuco” (sem saber que era ela por trás e que eu descobri isso hoje fazendo essa resenha), não gostei e abandonei a leitura.
Talvez esses gêneros não seja o forte da autora. Mas não se prenda a opinião das pessoas, se você tiver interesse leia, porque você pode gostar. Afinal, cada um tem uma opinião e gosto diferente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s